Páscoa

Todos à volta da mesa, em conversas cruzadas, risos, alegria e muita comida! Como na nossa familia sempre houve pessoas de diferentes partes de Portugal, misturávamos todas as bonitas tradições. Assim tinhamos folar doce, folar com carnes, bolos de amêndoa, ninhos da Páscoa, amêndoas de toda a forma e feitio (e sim as de licor também!). Mas a festa começava antes, durante a preparação do Domingo: as compras, as decisões do que seria o almoço de Páscoa, sem nunca se pensar muito em quem viria, porque se contava que todos iriam passar por lá mais cedo ou mais tarde.

Agora, mais distante no espaço e no tempo as tradições mantêm-se: diversidade em casa e na mesa.

Reduzir a Páscoa a uma mesa farta de comida seria uma injustiça; espiritualmente, embora em conjunto, sempre foi um periodo muito pessoal. Talvez por isso esta festa sempre foi tão importante para mim, talvez por isso o Domingo de Páscoa fosse sempre um Domingo tão especial, a festa, a alegria, a comida deliciosa eram o culminar de um periodo de introspeção intenso.

E pensando bem, talvez por isso eu goste tanto de celebrar o Carnaval…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.