CRESCER

20160702_235242Cada momento, em que tomamos uma decisão, está rodeado de expectativa, de esperança, de vontade de crescer. Alguns desses momentos são de intensa alegria, uma alegria pura, que nos faz lembrar a infância; outros não, há neles um sentimento de perda e tristeza… Em qualquer das situações, seguimos em frente.

É neste “em frente” que os nadas do dia-a-dia nos fazem avaliar as razões da nossa escolha: os sorrisos, as lágrimas, as solidões e ausências. As palavras trocadas e as que ficaram por trocar. As flores, as músicas, os segredos partilhados. As recordações que ficaram…

Quando as nossas expectativas são ultrapassadas, a nossa esperança é reforçada e ficamos felizes, seguros  que tomámos a decisão certa. Quando, pelo contrário, vemos as nossas expectativas goradas e sentimos o vazio de quem perdeu a esperança, a decisão vai para a “gaveta” das “decisões erradas” e ficamos estilhaçados por dentro… Na certeza, porém, crescemos sempre e voltaremos a tomar uma decisão!

Anúncios