Wish

E se o desejo de encontrar o pote de ouro no final do arco-íris me fizer procurar mais longe?  E se por causa disso eu descobrir novos olhares, novos sorrisos? E se a riqueza que me espera fôr ser mais humilde, ser mais humana, ter mais sabedoria, mais paciência?

E se o desejo de procurar o ouro no final do arco-íris me trouxer uma vida mais rica de sentimentos, de coração mais cheio de alegria?

Não serão essas as verdadeiras joias, não é esse o verdadeiro ouro?

I wish

Rainbow

Anúncios

LOVE LETTER

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
 Fotografia de Carla Baptista

Quero um homem a quem eu ame e que me ame. A quem eu me possa entregar de corpo e alma. Que seja o meu companheiro, o meu amigo. Em quem eu tenha completa confiança. Que goste de estar comigo. Que me respeite como pessoa inteligente que sou. Que acredite na minha palavra e que ouça o que digo. Que respeite os meus pedidos e quando, eles forem absurdos ou não possam ser atendidos, me diga. Que converse comigo. Que me dê mimos. Que me faca sorrir e sorria quando pensa em mim. Que saiba como me acalmar e me console quando estou triste com o mundo. Que me saiba dar as más noticias, quando for necessário. Que saiba que boas pessoas podem cometer más acções e por isso me dê o seu perdão quando eu o magoar. Que esteja do meu lado a segurar a minha mão ou a abraçar-me quando eu precisar, mas fôr demasiado orgulhosa para o pedir. Que não se importe de o fazer quando eu pedir. Que confie em mim. Que acredite em mim e nas minhas decisões. Que seja paciente comigo. Que me ponha na sua lista de top5. Que cante comigo as canções de Natal. Que me mande cartões com frases lamechas só porque se lembrou de mim. Que me faça acreditar que sou a mulher mais feliz do mundo porque o tenho a meu lado. Que goste de partilhar comigo os seus conhecimentos. Que goste que eu partilhe com ele os meus. Que marque de alguma maneira as datas importantes do calendário porque sabe que isso me deixa feliz. Que saiba que são as pequenas coisas que são importantes. Quero a meu lado um homem que me ame com todos os meus defeitos e qualidades. Que se preocupe comigo e que me deixe preocupar-me com ele. Que me acorde suavemente. Que perceba o que é importante para mim e que entenda o quanto eu o amo quando desisto dessas coisas por ele. Que saiba que está na minha lista top5. Que respeite a Vida e por isso tenha prazer em torná-la mais suave aos outros, porque a Vida já é em si demasiado dura. Que respeite os outros. Que seja inteligente. Que goste de viajar porque lhe dá oportunidade de conhecer novas gentes, novas culturas, novos modos de vida. Que respeite os outros, nas suas diferenças. Que goste de Sol e de Mar. Que saiba sorrir e que goste de rir. E de cantar. Que se ria das minhas histórias, anedotas ou graças. Que entenda que as lágrimas são a forma de limpeza da alma e não fique assustado com elas. Que saiba a ternura contida num abraço e a força transmitida num beijo. Que conheça o enorme valor que tem e por isso percebe que estou com ele porque o amo e não porque não tive outra escolha. Que saiba que o mundo não é só preto e branco, há mais cores, entre as quais o cinzento. Que não se importe de me lembrar disso de vez em quando.

Quando nos encontrarmos, reconhecer-nos-emos pelo olhar… E teremos a eternidade!

Pic-Nic

Já alguma vez foram transportados para dias felizes, simplesmente pelo sabor de algo? Eu já!

Bastou um simples trago de chá gelado com limão para o meu pensamento viajar até um piquenique em criança, numa mata, penso que em Palmela.

As lembranças multiplicam-se a cada sorvo e aí vêm as cores de um sonho inicialmente pintado a preto e branco.

O primeiro a aparecer foi o termos, de xadrez vermelho, onde estava guardado o chá gelado. Depois os rostos, as conversas, as gargalhadas, a mata, as cadeiras, a toalha no chão…  e aquela sensação de querer viver tudo outra vez.

As amizades que partiram vivem nas recordações, e neste momento estou outra vez com pessoas queridas, e neste momento, por causa de um gole de chá gelado na minha sala, ouço a sua voz e relembro conselhos, histórias, gostos e  estou naquela mata, a correr, a rir e a respirar aquele aroma único de pinheiros.

Talvez tenha sido nesse dia que nasceu o meu gosto por piqueniques. Talvez um dia eu faça o meu piquenique de sonho (por enquanto contento-me com os piqueniques que posso fazer…) mas enquanto não acontece, vou sonhando com momentos felizes…

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vóvó

20160723_070930

A minha avó era daquelas avós “a sério”. O tipo de avó que eu gostaria de ser…

Contou-me histórias de encanto e de encantar e criou no meu espírito um lugar para a magia e fantasia.

Nos dias mais “cinzentos” tinha sempre um mimo à minha espera e, assim, aprendi a dar valor às surpresas que o dia-a-dia nos reserva.

Ah! Como era delicioso o cheiro dos bolos acabados de fazer, que invadia a casa em dias de chuva! Era um cheiro que entrava em nós e aquecia-nos por dentro.

Com ela percebi que são as pequenas coisas que dão sabor à vida. E com ela desabrochou em mim a confiança no ser humano.

Fez-me acreditar no Amor sem condições, nem medida. Fez-me acreditar em mim e na luta pela minha felicidade. Percebi que apesar de não ser o centro do Universo, para ela era como se eu fosse. Descobri que era uma pessoa com qualidades e com defeitos que podia e devia corrigir; com problemas e soluções; risos e lágrimas e que podia sempre, sempre contar com ela.

Ensinou-me a nunca cruzar os braços, a enfrentar os meus medos e desafios da vida, mas acima de tudo, ensinou-me que o caminho para a felicidade, passa sempre por dar o meu melhor ao serviço dos outros.

Era uma Avó a valer!

CRESCER

20160702_235242Cada momento, em que tomamos uma decisão, está rodeado de expectativa, de esperança, de vontade de crescer. Alguns desses momentos são de intensa alegria, uma alegria pura, que nos faz lembrar a infância; outros não, há neles um sentimento de perda e tristeza… Em qualquer das situações, seguimos em frente.

É neste “em frente” que os nadas do dia-a-dia nos fazem avaliar as razões da nossa escolha: os sorrisos, as lágrimas, as solidões e ausências. As palavras trocadas e as que ficaram por trocar. As flores, as músicas, os segredos partilhados. As recordações que ficaram…

Quando as nossas expectativas são ultrapassadas, a nossa esperança é reforçada e ficamos felizes, seguros  que tomámos a decisão certa. Quando, pelo contrário, vemos as nossas expectativas goradas e sentimos o vazio de quem perdeu a esperança, a decisão vai para a “gaveta” das “decisões erradas” e ficamos estilhaçados por dentro… Na certeza, porém, crescemos sempre e voltaremos a tomar uma decisão!