Herança

 

 

A história dos nossos antepassados está escrita nos nossos genes. Recebemos como herança cada traço, cada contorno, cada marca.   Transportamos em nós a História do Homem, escrita numa linguagem única. 

Anúncios

Reflectir

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No espelho água reflecte-se a imagem de uma ponte. Atravessar uma ponte é uma mudança de margem, um “ir para o lado de lá”. Há rios com margens igualmente bonitas, mas outros há em que isso acarreta uma mudança profunda. Há travessias mais perigosas, outras mais seguras. Há pontes mais frágeis e pontes mais fortes. Há rios mais revoltos ou mais profundos ou com correntes contrárias ou remoinhos, há rios mais calmos.

Ao longo dos anos deparamos com diversos tipos de pontes que nos ajudam a atravessar os nossos “rios”.

Danger

Por vezes, por detrás das mais comuns e inocentes situações enfrentamos o perigo.
Num dia de sol fui até um dos parques estatais passear, porque nada como ar puro para renovar energias.

Vento, chuva, degradação e esta árvore foi arrancada do solo para tombar no caminho, felizmente que naquele dia já estava tudo resolvido e pude continuar sem problemas.

Wanderlust

20160717_101851Uma mochila, um casaco, um lugar que pode ser um aeroporto, uma estação, um café onde se faz uma paragem durante a viagem.

Não importa qual a razão para a nossa sede de viajar, cada passeio, cada fuga, cada deslocação em trabalho traz consigo enriquecimento pessoal.

Novos usos e costumes, diferentes sabores, cheiros, clima, diferentes sentidos de vida, diferentes caminhos, diferentes comportamentos e com tudo isto aprendemos, a nossa mente expande-se, o coração bate noutro compasso. E nós crescemos, somos maiores, albergamos mais coisas cá dentro, conhecemo-nos melhor agora no final de cada viagem.

Por isso, para mim, todas as viagens que fiz foram boas, umas com mais gargalhadas ou melhores recordações do que outras, , mas todas com várias  e boas histórias e todas com preciosas lições.  Cada uma ajuda-me a ajustar as presilhas da minha mochila, a aferir o meu sextante, a actualizar o meu mapa, fico então mais preparada para viver esta importante viagem sem destino certo a que chamamos Vida.

“Para viajar basta existir”

                                                                                                                    Fernando Pessoa