Pumkintown USA

De vez em quando lá me sai a expressão “cabeça de abóbora” ou então “é mesmo um aboborinha”, sobretudo no meio do trânsito ou quando me irrito com alguma coisa… Mas depois de vêr tantas abóboras tão felizes (nem todas…) e simpáticas vou ter que pensar melhor o uso que faço destas frases.

Esta “Cidade de Abóboras” é uma cidade a visitar, particularmente com crianças. Não é muito grande, mas tem de tudo: lojas, posto de correios, casamentos, coreto, políticos, barbeiro, porcos, perús, banco, assaltos, cadeia e até um restaurante de fast food.

Podemos andar só pela cidade ou “apanhar” uma boleia num carro de feno e percorrer os arredores. Aqui encontramos a escola, uma mina, a serração, o ferreiro, o casal que vive do cultivo da terra, uma familía de índios, a General Store, uma quinta com porcos e galinhas, perús selvagens  que vivem no bosque e uma estância de ski!

Diverti-me muito neste passeio e tirei um “monte” de fotografias!

A criança que existe em mim e que ocupa grande parte da minha maneira de ser, saiu, riu, brincou ao faz -de -conta, acabou o dia feliz! Mais feliz do que ela só mesmo uma senhora, já com alguns anos mais que também andava por lá a passear.

É, como eu disse, um bom sítio onde levar crianças…

Metamorfose

Wordless Wednesday 

H2O

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.